domingo, junho 25, 2006

Nasceram Gatinhos

Os gatinhos bebés são os seres mais “ternurentos ” do mundo animal.
A gravidez de uma gata doméstica dura cerca de 65 dias e a mamã dá à luz ninhadas de normalmente quatro gatinhos.
Logo que um gatinho nasce a mãe lambe-o e corta o cordão umbilical com os dentes. Depois, e normalmente, a gata tenta comer a placenta (uma de cada gatinho, salvo no caso de gatinhos gémeos verdadeiros). Depois de todos nascerem a mãe dá-lhes a primeira mamada. Os gatinhos procuram uma teta e começam a mamar. Será sempre a sua teta. Nesta altura para a mamã gata a sua ninhada torna-se o centro do mundo e, durante dois ou três meses, ela irá ensinar aos filhotes tudo o que precisam para sobreviver.
Quando um gatinho nasce pesa entre 70 a 135 gr. E mede de 11 a 15 cm. Tem os olhos fechados, não ouve, mas já é capaz de “gatinhar”, se bem que desajeitadamente. Por volta do 5º dia de vida o gatinho tem a primeira reacção a ruídos. No 7º ao 10º dia (podendo ir até ao 16º) o gatinho abre os olhos. Ao perfazer a 4ª semana de vida o gatinho já tem o ouvido bem desenvolvido. Dá os primeiros passeios e come a primeira comida sólida.
Entre a 4ª e 7ª semana de vida o gatinho deixa de mamar. Por volta da 10ª semana de vida o gatinho vê bem e tem movimentos bem desenvolvidos. Mas só às 12 semanas o “nosso” gatinho vê plenamente e a dentição permanente começa a rebentar.
Com um mês de idade o gatinho já pesa 250 gr a 500 gr e já trata da sua higiene. Com 6 semanas pesa de 315 gr a 700gr. Às 8 semanas pesa 400 gr a 900 gr e tem toda a dentição de leite. É altura de ser desmamado.
Quando, numa casa, há uma gata e um gato, este, durante as 3 ou 4 primeiras semanas após o parto, mantém uma atitude reservada em relação à ninhada. Vai até junto da cama, cheira-a e um pouco irritado vai apreendendo os novos cheiros. Por vezes os gatinhos assanham-se e não é raro a mamã dar uma patada no gato. Mas, ao fim de pouco tempo, o gato começa a ajudar a fêmea a tomar conta dos filhotes.
Há gatas que adoram adoptar os gatinhos de outras gatas e tratam-nos tão bem como se seus filhos fossem.
Como já disse, por volta das 8 semanas, os gatinhos começam a ser desmamados. Às 10 semanas já são praticamente auto-suficientes. E é a idade em que os gatinhos são mais encantadores! Só a mãe gata não se deixa enternecer e começa, então, com bufos, assopradelas e por vezes patadas, a afastá-los e a dar-lhes a entender que está chegada a hora de se separarem. Provavelmente já virão mais “bebés” a caminho…
.
Os gatos ronronam sempre quando estão contentes, o que é mais do que se pode dizer dos homens.” – William Ralph Inge
.
Até para a semana. Continuo à espera da vossa “companhia”.
___

A Lili e o Rapazito

A nossa gata Lili nunca teve bebés. Mas nem por isso deixou de ser uma mãe extremosa para com o nosso gato, o Rapazito.
A história começa em Maio de 2005.
Gatos brancos sempre me fascinaram. Um dia, tendo entrado numa loja de animais, a fim de comprar comida para os meus pássaros, reparei que dentro de uma gaiola estava um gatinho branco. Aproximei-me, falei com ele. Pareceu responder-me. Apaixonei-me de imediato. E comprei-o. Mais tarde, já em casa, e passada a euforia do momento, reparei que o gatinho, além de estar repleto de pulgas (estive seguramente uma boa hora a fazer-lhe a limpeza), também era extremamente raquítico e debilitado. Reparei também que sofria de uma enorme diarreia. O meu primeiro pensamento foi devolvê-lo à loja, mas logo me arrependi. Se o tivesse feito teria, por certo, cometido um crime, pois o gatinho não sobreviveria. Marquei consulta na clínica veterinária. Foi bastante difícil descobrir-se a causa da diarreia, até que, finalmente, chegámos à conclusão de que o Rapazito (nome que já lhe escolhêramos) era alérgico ao leite, inclusive o próprio para gatos. Mas não foram só os meus cuidados e a ajuda do médico veterinário que o salvaram. A Lili, até aí uma gata bastante arisca para com todos os outros animais, transformou-se por completo e, admiravelmente, adoptou o gatinho! Foi uma mãe exemplar em cuidados, carinhos, preocupação constante. Se hoje o Rapazito é o gato bonito que temos, devemo-lo quase que em exclusivo à Lili. À nossa querida Lili.
.
.
.
.
.
.
Legendas para quê?...

15 comentários:

Nuno Miguel Silva disse...

Olá tenho um belo gato e do qual gosto muitíssimo! Se estiver interessado(a) envio foto como oferta!

Nuno Miguel Silva disse...

Isso é que é poder de observação!
Boa paciência!

Roberta Dutra disse...

lindos"!!!

Jéssica disse...

Adorei seu blog e seus anjinhos de 4 patas! Parabéns!! Eles mudam nossa vida pra melhor. Beijos

Caroline Bellatrix disse...

Parabéns pelo blogg , adorei as informações já que sou apaixonada por gatinhos

Ana Catarina disse...

Bom dia
Adotamos duas gatinhas bebes (irmãs), com cerca de 2 meses há três semanas.
Por o que nos disseram elas foram encontradas na Costa da Caparica abandonadas pela mãe.
As duas irmãs adaptaram-se bem á casa, comem bem (ração),dormem e brincam muito.
Nos últimos dias, apercebemo-nos que uma delas "mama" na outra, e esta por sua vez "mama" na manta.
Gostava de saber se era normal este tipo de comportamento nelas, já que foram abandonadas e não sabemos se chegaram a ser desmamadas.
Sugira que faça alguma coisa?
Fico á espera da sua resposta...

Sara disse...

Que belas coisas que, sempre que podem nos divertir, eu gostaria de ter mais animais em minha casa eu espero que eu possa fazê-lo um dia e tome cuidado com Frontline

Eliane Tavares disse...

Eu tenho uma gata ciameses e pariu gatos diferentes queria tanto que parecesse com ela eles sao lindo

Anónimo disse...

a minha gata pariu ontem mas os gatinhos ainda estão com o cordão!o q qi eu faço?

Anónimo disse...

Ana Cararina,não é normal mamar na manta e nem na irmã. Pois acho que mamar na irmã deve ser pela saudades da mãe. Também acho que mamar na manta é saudades dos pelinhos quentes da mãe. Fika a dika

Anónimo disse...

Minha gata pariu 5 gatinhos e nasceram 4 sem cordão umbilical. Ela come ou cai sosinho. Fika a dika

Anónimo disse...

N existe gata siameses é siamês. Google serve para PESQUISAR...

Anónimo disse...

Ops Catarina

Anónimo disse...

Posso ajudar os filhotes da minha gata a abrirem os olhos passando um algodão com foro fisiológico para abrirem os olhinhos?

Unknown disse...

Hoje tornei-me vovô de quatro baby cats,foi emocionante ter sido a escolhida para estar com minha gata July, neste momento especial; de facto não sabia o que fazer pois estava a querer ajudar, mas a natureza é sábia e mesmo sendo mãe de primeira viagem, ela está a ser tal e qual mãe zelosa, a primavera aqui na Europa trouxe me, mais do que flores, mais amores. Bem vindos serão muito amados.