sábado, setembro 23, 2006

O Gato – Musa Inspiradora

Olá
Pela sua beleza, pela sua nobreza, pelo seu misticismo, mas também pela sua doçura e dedicação, o gato tem sido, ao longo dos séculos, a musa inspiradora de tantos e tantos escritores, poetas, compositores, pintores, escultores.
É a Dante Alighieri, o mais genial poeta de Itália, que se deve, em parte, a recuperação do crédito e admiração pelos gatos, depois da fase negra da Idade Média. Os gatos foram também fonte de inspiração para Goethe, Lope de Vega, Ernest Hoffmann e tantos outros. Quem não ouviu já falar do famoso Gato Murr (de Hoffmann), do Gato das Botas (tornado famoso pelos Irmãos Grimm), de Thomas Gray – o gato filósofo (de Philip J.Davis).
E quem não conhece os encantadores “Aristogatos”? A Duquesa e os seus adoráveis filhotes – Maria, Berlioz e Toulouse. E o bom amigo Tom?

E o Garfield? Encanto de “gato”!

Ao longo das nossas “conversas” tenho tentado mostrar um pouco como os nossos amados gatos têm sido inspiração para tantos belos escritos de outros tantos consagrados nomes da literatura: Eugénio de Andrade, Alexandre O’Neill, Mia Couto, etc., etc., etc.
Seria um erro imperdoável não falar da escritora francesa Colette (1873-1954). Não houve, talvez, ninguém que tanto tivesse amado os gatos e os tivesse retratado com tanta frequência na sua obra literária. Esta “terá sido o mais belo hino de toda a literatura à grandeza e à beleza dos gatos” – José Jorge Letria – “Amados Gatos”.
E como sou de Leiria, seria também um erro imperdoável esquecer-me de grandes nomes que, também aqui nascidos, por vezes se inspiraram nos gatos para escreverem. São encantadores estes dois poemas.

O Gato

Em Janeiro, no mês que principia,
é natural que o “Foco” seja um gato!
Por isso lhe estampamos o retrato
tão flagrante que quase arranha e mia.

Não beija a mão de quem o acaricia.
Ao contrário do cão, é rude e ingrato,
mas nessa relutância ao doce trato
que dignidade a sua! Que ousadia!

Depois, no amor não usa fingimento,
Impõe-se, quer, tem actos de tirano
e grita o seu triunfo à lua e ao vento!

Ponha os olhos ali o ser humano
e diga se tem mais merecimento,
corpórea e moralmente, que um bichano!

Acácio de Paiva

---
O Gato

O gato à sua janela,
ao sol que brilha fulgindo,
vai dormindo,
vai pensando
e vai sonhando:

”Ó minha linda casinha,
tu és minha, muito minha,
nem há outra melhor que ela!”

O gato à sua janela,
ao sol que brilha fulgindo,
vai dormindo,
vai pensando
e vai sonhando:

Pelas longas noites de invernia,
quando o vento, num lamento,
muito lento, muito longo,
muito fundo, de agonia,
ruge e muge,
e a chuva bate à janela,
nos vidros, fina a tinir,
- ai como é bom dormir
ao serão, todo enroscado
ao pé do lume doirado,
fazendo ron-ron, ron-ron…

O gato à sua janela,
ao sol que brilha fulgindo,
vai dormindo,
vai pensando
e vai sonhando:

“Não tenho inveja a ninguém:
nem aos pássaros no ar,
a voar;
nem aos cavalos saltando,
galopando;
nem aos peixinhos do mar,
a nadar;
não tenho inveja a ninguém,
aqui da minha janela,
onde me sinto tão bem…

Ó minha linda casinha,
tu és minha, muito minha,
não há outra melhor que ela!”

Afonso Lopes Vieira


Até breve

8 comentários:

2pintas disse...

renhau renhau...mas que lindos estes poemas!
1 beijinho muito grande cheio de ron ron:**********

Chanesco disse...

Obrigado pelas visitas à minha Arca

Dois belos poemas fundidos num mesmo lema que certamente seriam do agrado do prf. Agostinho da Silva

"ele que gostava de todos. Pretos, brancos, pardos, ...
mesmo que mostrando as garras como se fossem cardos"

Cumprimentos

Tozé Franco disse...

Já várias vezes por aqui passei mas só agora decidi escrever para lhe dar os parabéns pelo manancial de informações que produz sobre os gatos e pelos belos poemas.
Um santo Domingo.

Isadora Lis disse...

Aavozaida,
seu blog é muito fofo. Os Aristogatas era meu filme preferido de quando eu era pequena, e ainda é. Gostei muito do seu blog.

Beijos,
Isadora Lis.

aavozaida disse...

Olá 2pintas
Tive uma semana tão cheia que só hoje me foi possivel espreitar os meus "gatos". Fiquei pasmada com tanta visita...
Obrigada pelo teu beijinho cheio de ronron...
Outro para ti e uma turrinha carinhosa...
Avó Zaida

aavozaida disse...

Caro amigo Tozé Franco
Obrigada pelos seus parabéns. Sabem sempre bem.Mas também sei que foi o António que andou por aí a fazer "marketing"...
Cumprimentos
Zaida

aavozaida disse...

Oi Isadora lis
Já sei que foi o Antonio que te disse para veres os "Gatimanhos". Também sei que gostas muito de animais e de bebés. Como eu...
Tenho 2 cães, 7 gatos (e mais 2 que de por vezes aparecem de visita), vários pássaros e... dois netinhos maravilhosos. Já não são propriamente uns bebés. A Mafalda tem 10 anos e o Guilherme tem 8. Mas vem um a caminho! Lá para Março, se tudo correr bem, cá estará o "caçulinha" da família.
Obrigada pela tua visita.
Um grande beijo da
Avó Zaida

aavozaida disse...

Caro amigo Chanesco
Eu e que lhe agradeço sua simpática visita.
Grande Senhor, o Prof.Agostinho da Silva. Por coincidência, nascido a 13 de Fevereiro como o meu marido.
Cumprimentos